ANTIBIÓTICO PODE CAUSAR INFECÇÃO VAGINAL?

Segundo o médico, esses medicamentos não matam somente as bactérias que causam a doença, mas também podem destruir aquelas que exercem um papel de defesa do organismo.

Confira a entrevista completa abaixo:

Antibiótico pode causar infecção vaginal?

O uso de antibióticos pode aumentar as chances de infecção vaginal. Conversamos com um ginecologista que nos explicou o porquê e como identificar os sinais O uso de antibióticos pode aumentar as chances de infecção vaginal. Conversamos com um ginecologista que nos explicou o porquê e como identificar os sinais.

Os antibióticos são um tipo de medicação indicada para combater bactérias responsáveis por algum tipo de infecção. No entanto, os antibióticos não matam somente as bactérias que causam a doença, mas também podem destruir as muitas outras presentes no corpo e que exercem um papel de defesa no nosso organismo. Quando isso acontece, o uso desses medicamentos pode ter um efeito reverso e causar outro tipo de infecção. Por isso, seu uso deve ser estritamente recomendado por um médico e por um tempo curto, suficiente para tratar o problema. O uso prolongado e constante de antibióticos pode causar problemas, como gerar uma infecção vaginal. Para entender melhor sobre essa relação, nós conversamos com o ginecologista Dr. Alexandre Zabeu Rossi, que explica as principais causas de uma infecção causada pelo uso de antibióticos.
 
Segundo o Dr. Alexandre Zabeu Rossi, os antibióticos podem sim causar algum tipo de infecção, principalmente com o uso prolongado. “Os antibióticos são drogas usadas para combater infecções causadas por bactérias. Porém, eles não atuam de forma seletiva, isto é, podem eliminar também as bactérias boas do nosso organismo”, explica o ginecologista que cita as infecções urinária e vaginal como as mais comuns nas mulheres. 

Os riscos de contrair uma infecção vaginal pelo uso de antibiótico acontece porque esses medicamentos podem causar um desequilíbrio entre a flora vaginal boa e ruim. Uma vagina saudável tem a presença de muitas bactérias que funcionam como uma barreira impedindo qualquer tipo de invasor que possa causar problemas na região íntima, como vulva, trompas e útero, e em órgãos próximos, como bexiga e uretra. O uso prolongado de antibióticos pode levar à diminuição dessa defesa matando muitas bactérias boas e levando a mulher a ter predisposição a infecções vaginais.

Os tipos de infecções vaginais mais comuns são candidíase, causada pelo fungo Candida, e a Vaginose Bacteriana, principalmente causada pela bactéria Gardnerella Vaginalis. O principal sintoma é o corrimento vaginal de coloração esbranquiçada ou amarelada, que pode ser associado a ardência, coceira, inchaço dos pequenos lábios, dor na relação sexual, ardência para urinar ou dor abdominal.  Além da higiene íntima correta junto com uma boa alimentação, o médico também indica a ingestão de probióticos, já que o uso de antibióticos também pode desequilibrar a flora intestinal deixando o sistema imunológico mais enfraquecido.  “O uso dos probióticos pode ajudar muito, pois eles estimulam a proliferação das bactérias boas mantendo a flora vaginal estável ou recuperando-a”.

É possível fazer a ingestão de probióticos de duas maneiras: consumo de alimentos com probióticos, como o iogurte natural, e o  uso de suplementos probióticos, em forma de cápsulas, líquidos ou sachês.

De acordo com o Dr Alexandre, ao perceber os sintomas de uma infecção vagional, a paciente deve procurar um ginecologista que fará uma avaliação e indicará a melhor forma de tratamento. “ Geralmente o tratamento é feito com cremes vaginais e comprimidos, dependendo das causas infecciosas”, explica o médico afirmando que cada tratamento deverá ser direcionado para o tipo de infecção.


Este artigo tem a contribuição do especialista:
Alexandre Zabeu Rossi - Especialista em Ginecologia e Obstetrícia e Diretor da Clínica Rossi
CRM: 79963
http://www.alexandrezabeurossi.com.br

Antibiótico pode causar infecção vaginal?

 
O uso de antibióticos pode aumentar as chances de infecção vaginal. Conversamos com um ginecologista que nos explicou o porquê e como identificar os sinais O uso de antibióticos pode aumentar as chances de infecção vaginal. Conversamos com um ginecologista que nos explicou o porquê e como identificar os sinais shutterstock
Os antibióticos são um tipo de medicação indicada para combater bactérias responsáveis por algum tipo de infecção. No entanto, os antibióticos não matam somente as bactérias que causam a doença, mas também podem destruir as muitas outras presentes no corpo e que exercem um papel de defesa no nosso organismo. Quando isso acontece, o uso desses medicamentos pode ter um efeito reverso e causar outro tipo de infecção. Por isso, seu uso deve ser estritamente recomendado por um médico e por um tempo curto, suficiente para tratar o problema. O uso prolongado e constante de antibióticos pode causar problemas, como gerar uma infecção vaginal. Para entender melhor sobre essa relação, nós conversamos com o ginecologista Dr. Alexandre Zabeu Rossi, que explica as principais causas de uma infecção causada pelo uso de antibióticos.

 

Uso prolongado de antibiótico pode gerar desequilibrio da flora vaginal e causar infecções 

 

Segundo o Dr. Alexandre Zabeu Rossi, os antibióticos podem sim causar algum tipo de infecção, principalmente com o uso prolongado. “Os antibióticos são drogas usadas para combater infecções causadas por bactérias. Porém, eles não atuam de forma seletiva, isto é, podem eliminar também as bactérias boas do nosso organismo”, explica o ginecologista que cita as infecções urinária e vaginal como as mais comuns nas mulheres. 

 

Os riscos de contrair uma infecção vaginal pelo uso de antibiótico acontece porque esses medicamentos podem causar um desequilíbrio entre a flora vaginal boa e ruim. Uma vagina saudável tem a presença de muitas bactérias que funcionam como uma barreira impedindo qualquer tipo de invasor que possa causar problemas na região íntima, como vulva, trompas e útero, e em órgãos próximos, como bexiga e uretra. O uso prolongado de antibióticos pode levar à diminuição dessa defesa matando muitas bactérias boas e levando a mulher a ter predisposição a infecções vaginais.

 

Fique atenta aos sintomas de infecções vaginais se estiver fazendo uso constante de antibióticos 

 

Os tipos de infecções vaginais mais comuns são candidíase, causada pelo fungo Candida, e a Vaginose Bacteriana, principalmente causada pela bactéria Gardnerella Vaginalis. O principal sintoma é o corrimento vaginal de coloração esbranquiçada ou amarelada, que pode ser associado a ardência, coceira, inchaço dos pequenos lábios, dor na relação sexual, ardência para urinar ou dor abdominal.  Além da higiene íntima correta junto com uma boa alimentação, o médico também indica a ingestão de probióticos, já que o uso de antibióticos também pode desequilibrar a flora intestinal deixando o sistema imunológico mais enfraquecido.  “O uso dos probióticos pode ajudar muito, pois eles estimulam a proliferação das bactérias boas mantendo a flora vaginal estável ou recuperando-a”.

 

É possível fazer a ingestão de probióticos de duas maneiras: consumo de alimentos com probióticos, como o iogurte natural, e o  uso de suplementos probióticos, em forma de cápsulas, líquidos ou sachês. 

 

Tratamento de infecção vaginal pode ser feito com cremes vaginais e comprimidos orais

 

De acordo com o Dr Alexandre, ao perceber os sintomas de uma infecção vagional, a paciente deve procurar um ginecologista que fará uma avaliação e indicará a melhor forma de tratamento. “ Geralmente o tratamento é feito com cremes vaginais e comprimidos, dependendo das causas infecciosas”, explica o médico afirmando que cada tratamento deverá ser direcionado para o tipo de infecção. 

 

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Alexandre Zabeu Rossi - Especialista em Ginecologia e Obstetrícia e Diretor da Clínica Rossi
CRM: 79963
http://www.alexandrezabeurossi.com.br